miguelbmiranda@sapo.pt

Tuesday, March 27, 2012

Camarada Choco 87 - O Nadador Salvador

Camarada Choco
Aventura 86

A Fisio Vitaminas era muito minuciosa no que fazia…minuciosa a mais! Por isso quando viu a caixa colorida em cima da secretária da Doutora Sem Caneco resolveu espreitar. Não era a de Pandora, mas andava lá perto. A praga de estagiários que saiu nunca mais deu descanso à Escola Para Desaparafusados da Venteira. E foi numa dessas ocasiões que apareceu perante o Desaparafusado Castelinho o seu príncipe encantado, com quem há muito sonhava, principalmente durante as convulsões nocturnas: um Nadador Salvador! Mas como é que era possível aparecer um indivíduo desses tão longe da costa?
- Meu Deus, isto não é convulsão, é o meu prometido Serjão, - rimou o Desaparafusado, revirando os olhos para a direita, e não para a esquerda como o Nélinho.
A verdade é que estava ali alguém dotado do “boca-a-boca” e da “massagem cardíaca”, e por isso o Castelinho ajeitou os peitos, e acariciou a retaguarda, mesmo sendo um Desaparafusado macho. O desconhecido era real e vinha da Atlântica. Nessa noite a convulsão misturou-se com o sonho, e o Castelinho viu-se a entrar de biquíni no Tanque de Recuperação do Porres, o único lugar do país onde ainda se podia nadar com Borgalhotas, Cutrilhos e Alcagoitas. À sua espera, sentado na nova cadeira aquática, com a cor característica de conguito, apito provocador na boca, chapéu do Benfica, óculos espelhados, calções até aos joelhos e a bóia torpedo entalada entre as coxas, estava o novo estagiário da Fisio Vitaminas. Quando iniciou a descida da rampa o Castelinho teve uma convulsão odorífica, e sentiu o cheiro do David – Hasselhoff. O abanão também excitou as áreas visuais e apareceu, de repente, junto ao seu garanhão, a tarada da Pamela Anderson Lee, que rapidamente se transformou na Barrote Croquetes, e partiu para a sedução. Mas o despertador tocou e o Castelinho viu-se reduzido à sua condição de Desaparafusado, com um coelhinho branco deitado ao seu lado. Apercebeu-se de que não podia perder muito tempo, os estágios tinham um prazo de validade, e as probabilidades de aparecer mais um homem ligado ao mar, eram muito reduzidas. A sedução e o abuso tinham de ser rápidos. Mas havia mais pretendentes! A Lolita já reduzira a sua relação com o velho Castanheira até ao meio-dia, e estava agora de beicinho pelo estagiário e a Leal até o olho maroto arrebitara. Alheio a toda esta convulsão generalizada, e habituado a cenas destas, estava o maior sedutor de todos os tempos, o Choco, que passou com desprezo pela “Fila da Sedução”, com a língua, e não a dita como antigamente, a arrastar pelo chão, e a deixar rasto como o caracol no corredor da Kalélé, porque a mãe resolvera substituir o diário Seroquel pelo Lagartil, um drunfo, não do Sporting, mas sim um SOS de elefante só para ocasiões festivas, que lhe dava um olhar sensual, irresistível para as fêmeas da Venteira.
 

No comments: