miguelbmiranda@sapo.pt

Sunday, May 08, 2005

Camarada Choco 27 - Hidrofilia

                         Camarada Choco                                        Aventura 27

Eram dez horas da manhã do século vinte e um, quando o Pitrongas tocou de mansinho na porta da sala da Soeiro Pereira Gomes.
- Entre – autorizou a agente do Serviço de Informações da Cerci ( SIC ).
Com cara de traseiro, o grande Pitrongas entrou pé ante pé e estacionou-se junto da Tininha, que se encontrava com metade do buço. A agente parou a espátula e olhou desconfiada para o intruso.
- Então, Pitrongas, por que é que estás com essa cara de traseiro?
- Eu não quero ir para a piscina !
- O quê, vou ter de te gramar durante a hora do almoço ? – Perguntou, rapando, por engano, a sobrancelha direita da Tininha, tirando-lhe parte do herpes ocular.
- Eu não quero ir para a piscina com os stores e o pintor, - gritou o utente, batendo com o pé no chão, sem antes pisar os calos do fadista, que expressou o seu mal estar cantando o Fado de Coimbra à moda da Mongólia.
- Os stores e o Pintor !?? – Inquiriu a agente, tirando a caneta e o bloco de notas do bolso esquerdo.
- Sim, sim, eles andam a tirar as cuecas à Joana Papagaio enquanto ela está a nadar à cão.
De imediato a agente da SIC escreveu na folha:

“ Indícios gravosos de Hidrofilia e roubo do património da utente Joana Papagaio “.

- Já contaste à tua mãe ?
- Sim, sim, disse-lhe que eles me tiraram a touca, as cuecas da minha namorada e não me deixaram apalpá-la como costumo fazer.
Os vestígios eram fortes, fortíssimos:

“ Indícios gravosos de hidrofilia, roubo do património da utente Joana Papagaio, impedimento de manifestações afectuosas de um cidadão desaparafusado e ingresso em rabo alheio “.

O relatório estava completo e iria ser entregue de imediato à doutora sem canudo, pelo estafeta turbo Ambrósio Caspa, que arrancou, tal qual um caracol com ferrugem, depois da agente lhe ter enfiado no bucho um anti-inflamatório “Ananás”, conforme indicações do encarregado de educação. Mas, e tudo devido à terrível “Globalização”, a inspectora da SIC acabara de ser contactada pela mãe do agora Desaparafusado Cornudo.
- Sim, senhora doutora, tiraram a touca do meu Pitronguinhas e as cuecas da Joana Papagaio. E tudo aos doze metros e meio de comprimento e cinco de profundidade.
- Cuecas!?? Mas, ao menos deixaram-lhe o fato de banho do Benfica??
- Se o fato de banho é do Benfica ou do Sporting, eu não sei. Mas, porque é que me faz essa pergunta? Está a desconfiar de mim? Olhe que o meu menino, além de ser o desaparafusado mais aparafusado da Escola, nunca se engana. É por isso que ele está na sala dos desaparafusados menos desaparafusados.
E nesse momento o relatório acabava de ser colocado em frente da Doutora Inspectora Sem Canudos, ao mesmo tempo que o jardineiro Virgulino soltava os palavrões do costume, devido aos cortes constantes da EDP, que o impossibilitavam de aparar as ervas daninhas.
- Já tenho a confirmação das suas informações – disse a Inspectora. – Acabo de receber o relatório da minha informadora mais importante. Mas ainda tenho uma dúvida?
- Dúvida!?? A senhora doutora duvida de mim ??
- Duvidar não !! Mas, não acha estranho ir de cuecas para dentro da água ?
- Não! Eu e o meu marido costumamos ir. Só o Pitronguinhas é que acha que é errado. É por isso que ele é desaparafusado.
- Tem razão, tem toda a razão ! Mas, como é que se tiram as cuecas, deixando o fato de banho ?
- Esses monstros são capazes de tudo !
- Tem razão, tem razão. Eu vou iniciar de imediato o inquérito e ainda hoje lhe telefono.

“ Exma Senhora Doutora Inspectora,
Querida madrinha, aqui lhe envio mais um relatório das actividades sinistras registadas no R/C da Vossa e Sempre Vossa Instituição para Desaparafusados. Espero com mais este humilde gesto subir na sua Eterna Escala de Preferências.

Relatório Preliminar dos Serviços Centrais da SIC

Assunto: Suspeitas de Hidrofilia na Forma Gravosa

Suspeitos: Autores – Stor Pobre sem bigode e Pintor
Cúmplice – Stor Rico com bigode
Factos Provados: Ponto 1 – roubo do património da utente Joana Papagaio
Ponto 2 – ingresso nos fundilhos da Joana Papagaio
Factos da Investigação:
Ponto 1 – local onde foram consumidos os crimes
hipóteses: à superfície da água ?
em profundidade ?
a meio caminho ?
Ponto 2 – cor do fato de banho
hipóteses: do Benfica ?
do Sporting ?
do Porto ?
Ponto 3 – como retirar umas cuecas do fato de banho, sem a mãe, que está sempre presente, ver ?
hipótese: se o crime ter sido cometido em profundidade.

Se a madrinha achar que são poucas as provas, amanhã de manhã quando formos juntinhas tomar o pequeno almoço invento outras.

Sem outros assunto,

Com toda a dedicação, beijinhos da afilhada.

- Xiça, está sempre a querer comer os torresmos à borla ! – Desabafou a Doutora Inspectora, começando a pensar:
“ Como é que estes facínoras teriam conseguido roubar as cuecas a uma pobre desaparafusada, mesmo nas barbas da mãe, deixando-lhe intacto o fato de banho, da cor de um clube ainda desconhecido ? A profundidade seria, com toda a certeza, e apostava nisto o seu Canudo, a solução. O crime fora cometido na caixa de saltos e as cuecas saíram por engano. O terceiro elemento do gang, e talvez o mais perigoso, aproximara-se silencioso da pobre mãe, desviara-lhe a atenção, tendo feito sinal aos cúmplices com o seu farfalhudo bigode amarelado. Estes lançaram-se gulosos sobre a presa e levaram-na para as profundezas, preparando-se para o festim. Mas, devido às águas turvas, confundiram-na com o ralo do fundo, e atacaram-no sem dó nem piedade. De cima só se veriam dois vultos pretos, tipo peixes espadas, a atirarem-se desesperados às grades de protecção, que quase lhes sugava todo o tutano. Quanto à verdadeira presa, já há muito que fora levada de volta à superfície pela água que saia furiosa dos tubos. Algum tempo depois, e devido à falta de oxigénio, os predadores regressaram desgrenhados. Quanto às cuecas, nem sinal delas ! Com certeza que algum deles as tinha comido durante o festim. Ficavam então esclarecidos os pontos um e três.
O raciocínio da Inspectora Chefe foi de novo interrompido pelos grunhidos enraivecidos do jardineiro Virgulino, de novo vítima da EDP.
- Passemos agora aos interrogatórios – disse, ligando para a Chefe dos Serviços Administrativos.
- Serviços Administrativos da Cooperativa Para Todos os Desaparafusados, Com ou Sem Parafusos; está falando com a Dona Sãozinha, Chefe desta Secção e dependente das ordens da “doutora sem canudo”.
- Com Canudo, dona Sãozinha -, ripostou a célebre “doutora sem e com canudo”.- Ordeno-lhe que detenha para interrogatório os Stores e o Pintor.
- E se eles resistirem ?
- Lance-lhes o Virgulino, o Porres, o Castanheira e o Cabo Pilas. Se mesmo assim resistirem, ameacem obrigá-los a assistirem à próxima peça do Vira-Bicos, “O Lago dos Desaparafusados”. E, que raio, a dona Sãozinha não sabe fixar “com canudo”??
- A sua ordem será imediatamente cumprida, senhora doutora com caneco...perdão, perdão, com canudo.