miguelbmiranda@sapo.pt

Wednesday, October 04, 2017

O Comandante Guélas - Série Paço de Arcos 100 - O esferovite


O Comandante Guélas

Série Paço de Arcos

Futebol P.A. 31

 
Ainda a época mal começara e já o Chico Paulo estava a ser confrontado pelo administrador Peidão com as suas eternas dívidas ao Futebol P.A.:
- Tens de pagar as duas livranças que te faltam do campo dos Lombos. Depois passamos para os Maristas!
Respondeu de imediato:
- “Como chego sempre atrasado 15 minutos, que correspondem a 1,25 €, considerando 1 hora de jogo. Como o ano passado teve 52 domingos, estou credor de 65 €, o que quer dizer que só começo a pagar daqui a 17,33 domingos. Continuando a chegar atrasado como é óbvio.”
Mas como o gestor desportivo dos campos de futebol do Espalha já conhecia os jogadores melhor do que a palma das suas mãos, confrontou-o com o erro fatal:
- Fizeste as contas ao campo errado. O jogo irá decorrer no novo campo do teu mano, em Porto Salvo, local onde nunca deste um biqueiro. Domingo vens virgem para o relvado, por isso aconselho-te a trazeres um nota de 10 euros, pela primeira vez na tua vida, para o bem da tua carreira desportiva talvez este campo te dê o direito a teres um busto junto ao Patrão Lopes!
Mas o Peidão, além de bem gerir os bens desportivos do sobrinho preferido do tio Isaltino, também tinha olho para os jogadores, e por isso neste domingo eleitoral pressentiu que o Chico Paulo se ia exceder. Aceitou os 10 euros e escolheu-o como coxo avançado da sua equipa!
- Ele anda a tomar medicação para a próstata, e já consegue escrever o nome numa parede com um jacto de mijo, em vez de pingar para as chuteiras como tu, - explicou ao Carlos da Tapada, o novo jogador que tinha vindo do Quénia, depois do Bill ter ido para Macau.
O Futebol P.A. tinha destas coisas, saia um, entrava logo outro equivalente! Um minuto depois do jogo ter começado, ainda com o Chico Paulo a fazer estiramentos agarrado à baliza adversária, defendida pelo seu irmão sobrinho do Isaltino, eis que o Tarolinho faz um centro, acertando com a bola na cabeça do veterano, que entra com estrondo na baliza.
- Desculpe, tio!
Todos estavam estarrecidos, nem houve tempo para agradecer ao Milhas e ao Carcaça, pois o segundo golo entrou mal a bola foi reposta em jogo, desta vez por causa de um biqueiro, em forma de atraso, dado pelo queniano junto à baliza adversária no extremo oposto. E quem foi o marcador? De novo o indomável Chico Paulo, que estava agora de costas para o lance, e marcou com a omoplata esquerda.
- Obrigado Milhas, - gritaram vários, olhando para o Carcaça, que já espumava da careca.
A estatística dizia que aquele que jogava como um “canalizador” (palavras do Caramelo num dos jogos de quinta feira durante uma troca de pontos de vista) perdia sempre, estavam por isso em presença de um futuro Milhas (a tal compensação de que se falou no início).
- Golo, obrigado Milhas, vê Chico o que consegues fazer quando pagas, - disse o Peidão comemorando o terceiro, desta vez marcado com o estômago, e encandeado pelo sol. Três, o único pagador do jogo de Porto Salvo acabava de marcar o terceiro, e  só tinham passado cinco minutos de jogo. As teorias dividiam-se quanto à performance do Chico Paulo, agora, e daqui para a frente, apelidado de Esferovite:
- Só pode ser doping, são os efeitos secundários do Reumaliv que o mano Preto lhe receita para a caspa.
- Eu penso que é do Lectrum, que toma para os calos.
- Para a tosse o doutor costuma receitar Donepezila!
Enquanto falavam o Esferovite enfiou o quarto, desta vez depois de ter tropeçado no Fininho e rodopiado, seguido de toque de calcanhar. E pelo caminho concretizou o quinto, com a orelha direita. O último, e sexto golo foi para humilhar o adversário, usou deliberadamente a próstata! Quanto ao Fininho, acabou por ganhar, pois passou para a equipa do Esferovite no último minuto.


No comments: